fashion rio

Fashion Rio 5º dia – 12.01.2010

Gente, estive super sem tempo para o blog. Ainda mais com tanta informação rolando nestas semanas de moda, demorei mais ainda até me atualizar de tudo. Decidi terminar de comentar hoje, os dois últimos dias de desfiles que rolaram nas passarelas cariocas, porque amanhã começa o SPFW e junto com ele, a nossa fantástica cobertura! hahaha

Vamos lá, bem rapidinho!

Redley: Sempre buscando conforto, utilidade e praticidade nas roupas de sua coleção, desfilou looks bem esportivos, com muito bolso, botão, cordinha e peças em náilon – o material mais utilizado pela grife. Destaque
para a mistura de materiais como seda, o próprio náilon, moleton e em contraponto, a alfaiataria.
Nos acessórios botas bem descoladas e as mochilas BAFO em dourado! Mochilismo é tendência! O feminino da grife cresceu muito, mas nesta coleção, o masculino ainda ganhou maior destaque.

A R.Groove, com a estréia do estilista Rique Gonçalves no line-up oficial do Fashion Rio, trouxe uma coleção bem a cara da marca, com um pegada surfista e rocker, ou seja, jovem! As peças oversized, estamparia gráfica,
calças de neoprene, transparência e tricôs em azul, rosa e preto, eram os elementos marítimos que representavam o tema escolhido e batizado de “Mar Revolto”, título do novo CD de Carlinhos Brown.

A Têca da Helô Rocha, vem transformando sua marca e procura trazer um estilo mais urbano e sofisticado – e desde a última coleção tem focado em tudo que as fashionistas estão pensando para o momento.
E estão de volta os ombros marcados a la Balmain e a silhueta ajustadinha ao corpo, vestidinhos lindos, saias curtíssimas, babados, tons de azul bic e todas essas tendências, que, de fato, foram as que mais apareceram na temporada. O que eu mais amei, foram os acessórios feitos por Diego Cattani, que arrasa na pedraria e bordou também, algumas peças da coleção. Inspirada no vampirismo, a coleção é bem comercial e não decepcionou em nada as fashion victims.

A Espaço Fashion levou para as passarelas as tops mais requisitadas, como Carol Trentini e Ana Beatriz Barros. Mas, assim como a Têca, apresentou uma coleção não muito surpreendente. Com inspiração planetar, meio cósmica e meio astronauta, vimos novamente, saia curtas, saias arredondadas, aplicação de bordado utilizando paêtes e pedras. Os tecidos eram poderosos e mais uma vez, couro, seda, neoprene, jeans. E nas palavras de Glória Kalil: “Esperamos que para a próxima vez a criatividade e a ousadia da marca não vá para o espaço (nem que ele seja um espaço fashion!)”.

É…

Romance Fashionista

Como a Mi já havia dito aqui no blog, Scott Schumann, do blog internacional The Sartorialist e sua esposa, Garance Doré, responsável pelo diário virtual
da vogue francesa, estavam lá no Fashion Rio e é claro, eles foram as estrelas do Pier Mauá e assunto todos os dias.
Isso porque, TODOS queriam entrevistá-los, tirar fotos e principalmente, ser fotografado por eles né?! Mas, segundo Scott, “Não basta um bom look. Preciso de uma boa luz, um fundo inspirador e mais do que a roupa, uma atitude especial.”

 

Pelo que eu acompanhei, eles são uns fofos e aparentam se amar muito! Ficou todo mundo apaixonadinho pelo carisma do casal…
Leiam a entrevista com eles feita pelo Chic aqui – e Glória Kalil, foi fotografada por Garance!, e pelo Lilian Pacce aqui!

Cadê a sobrancelha?

Tendência forte nos backstages do Fashion Rio (e provavelmente na outra semana será nos do SPFW) é oxigenar a sobrancelha! Pode parecer estranho, mas os maquiadores importaram a idéia que recentemente marcou os desfiles da Givenchy, Miu Miu, Prada e outros. Aqui no Brasil, também já pegou forte.

Antes de entrarem no desfiles, as modelos passam a água oxigenada – volume 40! – esperam 15 minutinhos e… tendência! Após o desfile é só passar tonalizante e voltar a cor natural, se quiserem… será que elas vão acabar aderindo pra vida?

A top Lara Stone já fez da não sobrancelha como marca registrada, e talvez até por ela ser a modelo do ano e estar super em evidência, acabou evidenciando também a nova tendência, que já está chegando às ruas e ao rosto das fashionistas mais ousadas.

Para as que não quiserem radicalizar tanto, é possível dar uma apagada no truque usando corretivo/base e pó. 

Mas lembrem-se das dicas dadas pela Vic do Dia de Beauté, em seu post sobre sobrancelhas. É preciso observar se combina com o seu rosto e incorporar a idéia de acordo seus traços! Ou seja, de leve.

Fashion Rio – 4º dia 11.01.2010

4º dia de Fashion Rio e o calor por lá só aumenta. Ontem, a temperatura chegou a 41ºC! Nesta segunda feira, quem abriu as passarelas foi a AcquaStudio, que veio com vestidos maravilhosos de festa e provou que os curtos podem ser acertadamente usados em eventos mais sociais, deixando a produção elegante, sem destoar.  Além do que, vestidos de festa independem da estação, não é?!
A estilista Esther Bauman, se inspirou na obra do francês René Lalique, especialista em manipulação do vidro. A coleção mostrou vestidos que abusam dos bordados e formatos diferenciados, principalmente, nas saias volumosas baseadas em vasos da obra do francês. As cores utilizadas foram o roxo e o rosa, o preto e o branco.

A coleção de Cláudia Simões teve novamente, a participação de Luciano Canale, estilista da Sta. Ephigênia. O tema foi o esporte e com base no tema, os estilistas mostraram muitas estampas geométricas, formas, leggings e uso de neoprene. Em contraste, os vestidos e saias tulipas, cintura alta, com drapeados, bordados e brilhos refinaram a coleção e ao mesmo tempo, fez com que ela perdesse um pouco o princípio de sportswear, já que o que prevaleceu na verdade, foi a alfaiataria clássica.

Com direito a banda ao vivo e tudo, a Maria Bonita Extra desfilou o seu inverno 2010 entre babados, chapéus, bolerinhos de ombro marcado e saias curtas, volumosas e de cintura alta. Tudo muito bem feito, bem fashion e dentro do estilo já firmado pela marca, focada no público jovem. E exatamente por este motivo, poderia ter mostrado mais ousadia, como não teve medo de fazer em coleções anteriores.

Juliana Jabour, eu sou muito suspeita pra falar porque eu amo! E assim como nas quatro últimas coleções ela arrasou trazendo looks de impacto, cada vez melhores trabalhados em texturas e alfaiataria. Desta vez, a inspiração veio dos anos 80 e trouxe para a coleção o querido ombro marcado e o militarismo. Além de não ficar de fora do tricô e da tendência do momento: LUREX! Apesar do peso e do uso de cores mais escuras, aplicações de tachas e das leggings de vinil (demais!), Juliana coloca seu toque romântico nos babados, muito vistos nas golas e mangas.

A TNG mais uma vez, deu um toque global à moda e levou para as passarelas o casal Viver a Vida, Thiago Lacerda e Thaís Araújo. Sou contra celebridades em desfiles, pelos mesmos motivos que @vitorangelo escreveu aqui neste post do Dus Infernos. Mas ok…

Mauricio Ianês, assumiu a direção de estilo da marca e mostrou uma coleção inspirada na cultura esquimó. A partir daí, apareceu muita pele falsa, xadrez e estampados. As peças da coleção feminina trazem um tricô meio rústico e vestidos de seda. Já a masculina, mostra docksides de camurça, além de camisetas e paletós compridos. Em ambas as coleções, a alfaiataria e os recortes feitos em couro merecem destaque!

Maurício diz que a coleção apresentada é mais de passarela mesmo, ou seja, parte das peças não chegaram até as lojas, por se distanciarem muito dos consumidores da marca. No entanto, aos poucos isso pode mudar né?! Está de parabéns!

Fashion Rio – 3º dia 10.01.2010

Mara Mac abriu o 3º dia de desfiles. Inspirada nos mares gelados da Europa e dentro do tema, trouxe as cores azul bic (tendência!) e laranja, junto aos tons neutros: marinho, preto, cinza e bege. O que mais se destacou foram as peças em náilon que acompanharam tricôs, vestidos – até os de festa! – e quase todas as outras peças, dando um ar esportivo ao look. Porém, sem perder nada de glamour.

No make, pele bem mate e apenas cílios postiços. Nos cabelos um penteado incrível – banana dupla com topetinho – e aspecto de nevasca davam um ar congelado às modelos!

A Filhas de Gaia – de Renata Salles e Marcela Calmon – mostrou uma coleção de peças estruturadas e silhuetas tridimensionais, com saias ampulhetas e vestidos retangulares. Muita estampa floral, azul bic (again!), nude pequenas amostras de transparência – sendo esta última, na minha opinião, a idéia mais legal da coleção, que apesar de linda, não mostrou novidade e caiu no repetitivo.

A Cavendish levou romantismo para as passarelas, apresentando uma coleção inspirada na figura das catadoras de chás de regiões montanhosas da Ásia.  Com peças claras, de modelagem soltinha, babados e vestidos que remetiam à dobraduras, o inverno da marca é bem tropical.

Graça Ottoni tem como uma característica pessoal seu trabalho artesanal, e desta vez, não foi diferente. Sua coleção para o inverno 2010 se mostrou romântica e refinada, toda em tons pastéis. As peças variaram entre tecidos nobres, como seda e organza, combinados com matelassê e tricô. Vestidos curtos, plissados, transpassados e recortados, transparências e sobreposições. Para arrematar, maxi colares de pedraria e todas as modelos de cabelo preso em coque bem no alto da cabeça – lindo e funcional para o calor de ontem!

A Coven está no TOP 5 desfiles da temporada, sem dúvidas. A princípio, Liliane Queiroz – estilista da marca, se inspirou em “Os Desastres da Guerra” do pintor Goya e desfilou looks militares, com aplicações camufladas de dourado, paetês de aço, maxi canutilhos como se fossem cartuchos de fuzil. Como pano de fundo, as cores do exército: preto, verde e tons de marrom. No entanto, esta série do pintor Goya já serviu de inspiração para uma mostra circence de Charlin Chaplin, e é assim que Lilian continua. Em dado momento, ela traz looks cheios de tricôs, bordados e aplicações que se misturam como se fossem estampas criativas, dando um ar de novidade e impressionando a todos.

1 2 3 4

%d blogueiros gostam disto: